quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Labirintos


"Este é o labirinto de Creta. Este é o labirinto de Creta cujo centro foi o Minotauro. Este é o labirinto de Creta cujo centro foi o Minotauro que Dante imaginou como um touro com cabeça de homem e em cuja rede de pedra se perderam tantas gerações.

Este é o labirinto de Creta cujo centro foi o Minotauro, que Dante imaginou como um touro com cabeça de homem e em cuja rede de pedra se perderam tantas gerações como Maria Kodama e eu nos perdemos.

Este é o labirinto de Creta cujo centro foi o Minotauro, que Dante imaginou como um touro com cabeça de homem e em cuja rede de pedra se perderam tantas gerações como Maria Kodama e eu nos perdemos naquela manhã e continuamos perdidos no tempo, esse outro labirinto"

De Jorge Luiz Borges
.............................................................
E na foto um auto-retrato, na exposição do Amilcar de Castro para crianças.

Eu, que venho entrando e me perdendo em tantos labirintos, sem saber como sair.
Mas, por enquanto, não procuro as saídas de emergência. Procuro um melhor jeito de andar por entre as paredes e corredores que se abrem. Procuro o caminho.
Olho para o céu. Imenso. As estrelas apontam direções diversas.
E eu sigo uma voz que vem de dentro.

Meu coração está vivo. E é o que me move.
....................................................................

3 comentários:

  1. Hallo.I have visited your interesting blog.Do You want visit the my blog for an exchange visit?Grazie.
    http://internapoli-city.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. às vezes a grande maravilha dos labirintos não é encontrar-se. é perder-se.

    ResponderExcluir
  3. A vida é uma verdadeira roda...as vezes temos que girar sentido anti-horário...para olhar e ter atençao. Belo blog cheguei aqui através do blog mamiferas.

    ResponderExcluir